Terça, 10 Julho 2018 09:58

INTIMIDADE

Escrito por
Avalie este item
(8 votos)

INTIMIDADE

“Então o rei virou o rosto para a parede, e orou ao Senhor, dizendo:    3; Lembra-te agora, ó Senhor, te peço, de como tenho andado diante de ti com fidelidade e integridade de coração, e tenho feito o que era reto aos teus olhos. E Ezequias chorou muitíssimo.” ( 2 Rs 20.2-3)

 

Os livros de Reis abordam as ações dos governos de Judá e Israel. São registrados nestes dois livros os atos dos bons e dos maus governantes. Conforme o cânon hebreu, os dois volumes de I e II Reis, formavam um único livro, mas foram separados pelos rabinos que fizeram a tradução das Sagradas Escrituras do hebraico para o grego. Ambos os livros são históricos do AT e estão posicionados logo após o Pentateuco. Neles estão registrados a história dos governos de Israel e Judá desde a conquista de Canaã até a queda de Jerusalém, nos idos de 586 A.C.  

Uma raridade nos dias atuais é encontrar alguém que não tenha conta nas redes sociais. Dentre as diversas redes sociais disponíveis, é praticamente certo que ao menos em uma delas, a pessoa tenha conta, isso quando ela não tem conta em duas ou mais redes. Elas foram idealizadas para aproximar pessoas por meio de mensagens de textos e fotografias e justamente neste quesito pode-se afirmar que elas têm cumprido seu papel de integração.

Ezequias era rei de Israel, fazia um bom governo e conduzia o povo dentro dos preceitos do Senhor, todavia, encontrando-se doente recebeu a péssima notícia de que iria morrer. Obviamente que ninguém espera receber uma notícia deste porte, e pior era que ele estava enfermo. Isso agravava sua situação, pois já dava para entender que sua enfermidade iria levá-lo a morte. Ato contínuo o rei virou seu rosto para a parede de seu aposento, chorou e fez uma oração.

Diferente do rei Ezequias que levou seu caso a Deus, perceba uma particularidade muito comum aos integrantes das redes sociais nos dias de hoje. Quando alegres, postam imagens de lugares onde estão. Quando tristes, publicam longos textos, filosofando sobre causas e efeitos de sua melancolia. Doentes, publicam seu sofrimento e uns até enriquecem a notícia postando foto. Enfim, para cada situação vivenciada as pessoas postam publicações noticiando seu status quo.

Veja que Ezequias poderia reunir os servos de seu palácio, chamar seus assessores e conselheiros e dar a noticia que recebera do profeta. Deus havia dito que iria morrer em decorrência da doença. Afinal, era rei e deveria dar satisfação aos súditos, mas o incrível foi que ele não fez nada disso. Ele voltou seu pensamento a Deus, orou e clamou a quem poderia realmente dar uma solução! Reflita isso na sua vida!

De nada adianta as centenas de milhares de postagens noticiando a situação de momento, de nada valem as milhares de curtidas e nada valem os compartilhamentos nas redes sociais. Nenhuma curtida pode fazer qualquer coisa por alguém. Apenas massageiam o ego de quem faz as publicações e mesmo assim, ainda ficam sujeito as críticas, afinal de contas nem todos simpatizam com todos nas redes sociais. Aliás, saiba que é justamente neste ambiente virtual onde se proliferam toda sorte de ofensas, falsidades e maledicências. Creia nisso!

Íntimo de Deus, Ezequias reinou em Israel com fidelidade e integridade de coração e em todo o período de seu governo, fez o que era correto aos olhos de Deus e mesmo assim, ficou doente.  Enfrentou os desafios de sua doença crendo que Deus o curaria de sua enfermidade, sem dar a publicidade que é tão comum nos dias de hoje. “Lembra-te agora, ó Senhor, te peço, de como tenho andado diante de ti com fidelidade e integridade de coração,” (2 Rs 20.2). Atente que Ezequias não fez uma longa oração pedindo cura, ele tinha intimidade com Deus e apenas puxou à memoria quem ele era diante do Pai. Reflita seriamente sobre isso!

Perceba que o rei Ezequias tinha relacionamento com Deus e não aceitou sua tragédia, não deu amplitude de sua iminente morte aos seus familiares e súditos, mas cuidou de se reportar a Deus. Entenda que não adianta as pessoas se valerem das tecnologias para tornarem público suas alegrias, angústias, tristezas e enfermidades. Do outro lado estão homens e mulheres em idênticas situações de doenças e desajustes, portanto, incapazes de ajudar e propiciar uma solução a quem quer que seja. Lembre-se, hoje e sempre, de fazer como o rei Ezequias, demonstre ser íntimo de Deus e traga a memória do Criador quem você é diante dele e ELE dará solução a seu respeito. Faça assim, amém?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 2696 vezes Última modificação em Sábado, 14 Julho 2018 19:40
Mais nesta categoria: « PERSEVERANÇA GRAVIDEZ »

Comentários   

+2 # Priscila Mara Gonçal 14-07-2018 10:53
:lol: Glórias a Deus!!!!!!! Palavra maravilhosa e edificante!
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE