Segunda, 06 Agosto 2018 19:14

VERGONHA

Escrito por
Avalie este item
(7 votos)

VERGONHA

Entretanto, ao clarear da manhã, estava Jesus na praia; mas os discípulos não perceberam que era Ele” (Jo 21.4)

 

Passagem extraída do Evangelho Segundo João, discípulo esse que esteve muito próximo de Jesus durante todo o seu ministério, aliás, era tão próximo que coube a esse discípulo receber do próprio Cristo a recomendação de cuidar de Maria, após sua crucificação (Jo 19.25-27). O Evangelho Segundo João registra de maneira muito particular a divindade de Jesus, mostrando verdades profundas sobre o seu poder e a sua glória.

O versículo acima está dentro dos dias após a crucificação e morte de Jesus, quando alguns discípulos, ainda atordoados com a perca física de Cristo, tomaram a decisão de pescarem no mar de Tiberíades. Aqui se pode conjeturar que eles perderam a visão que haviam recebido do Mestre quando retornaram às atividades de outrora, ou seja, voltaram a pescar peixes (Jo 21.1-11). Pense!

Se existe algo que traz incômodo às pessoas, certamente que é a falta de memória. Esquecer nomes, datas, fisionomias de amigos e até endereços é quase sempre preocupante. Com o advento de muitas inovações, essa demanda pode ser resolvida com o emprego de tecnologias que rapidamente mostram nomes, datas e outras informações. É mesmo um grande achado contra o esquecimento.

Sete homens estavam pescando, estavam retornando às atividades que faziam antes de serem chamados por Jesus (Jo 21.5). Sem entrar no mérito da pescaria, se oportuna ou não, em determinado momento é o próprio Cristo ressuscitado quem aparece na praia, bem próximo deles (Jo 21.8). Dali, o Mestre trava um diálogo com eles, mas por incrível que possa parecer, mesmo sendo manhã com dia claro, aqueles homens não reconheceram Jesus fisicamente.

Conforme as circunstâncias, a falta de memória pode trazer vergonha e sérios embaraços. Desde o caso de não se lembrar do nome daquele amigo de longa data até aquela situação de não se lembrar do próprio endereço. A medicina afirma que todas as pessoas podem, eventualmente, ver sua memória falhar em algum tempo da vida e isso, logicamente, não irá trazer grandes aborrecimentos. Mas há casos em que a falta de memória pode causar sérios transtornos.

Atente que os discípulos até então não tinham percebido que era Jesus quem chamava por eles, todavia, acabaram por obedecer-lhe e mudaram o lado de lançamento da rede, logrando pescar muitos peixes. Somente depois deste milagre é que o discípulo João, reconheceu que se tratava de Jesus e a partir daí, começou uma grande festa, com Pedro se lançando ao mar e Cristo oferecendo a eles um jantar (Jo 21.12). Depois de tudo isso, pode-se imaginar que ficou no ar uma sensação de vergonha, afinal haviam passado mais de três anos juntos e naquela oportunidade eles não reconheceram Cristo. Aliás, certa feita eles o confundiram com um fantasma (Mt 14.26). Incrível mas o reconhecimento somente aconteceu após o milagre. Reflita isso!

Entenda que essa falta de memória dos discípulos ilustra uma situação muito comum nos dias de hoje. Durante três anos, aqueles homens estiveram com Cristo praticamente todos os dias e não havia nenhuma razão para esquecer a fisionomia do Mestre tão rapidamente. Isso é o que acontece atualmente. As pessoas já vivenciaram o poder transformador de Jesus, sabem de sua autoridade, vivenciaram situações onde a presença do Espírito de Deus era real em sua vida, mas basta um momento qualquer ou  uma circunstância externa para esquecer àquele que tanto fez, tanto amou e tanto dedicou. É vergonhoso e constrangedor a ingratidão e a falta de memória que atinge tanta gente. Muitos foram abençoados, receberam milagres, foram contemplados com a bondade de Deus, mas chegou um momento em que a falta de memória falou mais alto e Jesus foi simplesmente esquecido. Reflita isso na sua vida!

Compreenda que foi necessário que Jesus fizesse um milagre para aqueles sete homens se lembrarem dele, quando o ideal era que reconhecessem o Mestre antes que o milagre se realizasse (Jo 21.6). Hoje, lamentavelmente, parece que muitos passaram uma borracha em suas memórias e apagaram as grandes realizações que Cristo realizou em suas vidas ou precisam vivenciar um milagre para crerem. Percebe-se que as pessoas esquecem com muita facilidade do que Jesus já fez, esquecem facilmente dos livramentos e do recebimento de tantas outras bênçãos. Lembre-se, traga sempre em sua memória aquele te ama e reconheça Cristo antes mesmo dos milagres e bênçãos em sua vida. Não passe vergonha, amém?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

 

 

 

 

Ler 951 vezes Última modificação em Sexta, 10 Agosto 2018 18:35
Mais nesta categoria: « PROJETOS FRACASSO »

Comentários   

+1 # Cássia Matos 08-08-2018 13:50
Verdade não podemos esquecer de onde Jesus nos tirou.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE