Segunda, 25 Fevereiro 2019 18:31

MEMÓRIA

Escrito por
Avalie este item
(5 votos)

MEMÓRIA

“Todos os israelitas reclamaram contra Moisés e Arão e exclamavam: “Antes tivéssemos morrido na terra do Egito”. Antes morrêssemos todos neste deserto”. (Nm 14.2)

 

O livro de Números tem a autoria do profeta Moisés e recebeu este nome devido a dois recenseamentos sobre povo judeu que foram realizados e registrados. Números apresenta a narrativa das peregrinações de Israel desde o Monte Sinai até a chegada às margens do rio Jordão e mostra como os hebreus fracassa­ram no cumprimento dos projetos que Deus lhes havia proposto. Segundo os estudiosos toda a narrativa do livro alcança um período de trinta e nove anos, tempo esse que o povo Judeu caminhou pelo deserto em direção à terra de Canaã.

Saiba que um dos males que mais aflige as pessoas é a falta de memória, tanto a memória recente como a memória de fatos mais antigos. Sem exceção, homens e mulheres de todas as idades se veem afetados por esta particularidade ou deficiência, e esta ocorrência normalmente traz grandes aborrecimentos nas relações pessoais em todos os níveis. Nas famílias, no trabalho e nas escolas o esquecimento é mesmo um grande mal.

Lembre-se que o povo hebreu havia sido resgatado da escravidão no Egito e caminhava debaixo de uma palavra de Deus em direção à região de Canaã (Ex 3.8). Nos momentos que antecederam a saída, eles presenciaram diversas operações do poder sobrenatural de Deus diante de Faraó e logo mais a frente, viram a fenomenal separação das águas no Mar Vermelho por onde passaram sem molhar os pés. Porém, nos limites da terra prometida, eles depararam com uma adversidade e reclamaram contra Moisés e Arão. Alegavam que as dificuldades que surgiram para se apropriarem das terras de Canaã eram muito grandes e eles se sentiam fracos para prosseguir.

Perceba que a falta de memória anda de mãos dadas com a ingratidão, ou seja, a pessoa esquece o bem que recebeu. Isso acontece entre pessoas amigas e até mesmo entre familiares, mas com o povo hebreu que caminhava para Canaã, a ingratidão era direcionada contra Deus. Pode-se dizer que ainda estava fresco em suas memórias o momento em que saíram da condição de escravos para homens livres, mas bastou uma turbulência na caminhada para esquecerem o que Deus havia feito.

Veja que é justamente isso que acontece com grande parte dos crentes atuais. De maneira semelhante ao povo hebreu que saiu do Egito, essas pessoas viviam presas ao sistema mundano, debaixo do governo de Satanás, andando conforme os desejos e as vontades do diabo, realizando toda sorte de iniquidades e vivendo uma vida longe do Criador. Noutras palavras, viviam debaixo das ordens como servos do diabo. Neste contexto, mortos para Deus e vivos para o diabo, mas Cristo, de maneira extremamente bondosa, resgatou, tirou da lama e da sarjeta, trouxe vida, deu roupas limpas e todos saíram debaixo de uma promessa de vida nova, de esperança e de liberdade, de completa mudança da condição de escravo para filhos (Jo 1.12; Ef 1.3; 2.1-7). Todavia, para aquele povo que caminhava rumo à terra de Canaã bastou uma leve brisa contrária para que essa libertação fosse esquecida - sinal de ingratidão - e todos passaram a murmurar contra Deus (Nm 14.2). Reflita isso na sua vida! 

Saiba que existem pessoas que veem dificuldades em tudo, são extremamente negativas em todas as circunstâncias, só conseguem ver os obstáculos e as dificuldades, reclamam de tudo e na visão desse tipo de gente nada vai prosperar e nada vai dar certo. Pessoas assim vivem como eternas vítimas. E mais, reclamando alto para todos ouvirem, elas se assemelham a um vírus e conseguem contaminar muita gente, apenas noticiando o caos. Pense!

Entenda que muitos até chegam bem perto daquilo que Deus lhes prometeu, mas como tinham forte em suas mentes a mentalidade de escravo, são incapazes de enfrentar as lutas que antecedem a promessa divina. É desta maneira que muita gente perde a fé, desanimam e desejam voltar ao sistema mundano, de sofrimento e pior, longe de Deus. Veja que os hebreus ao verem os primeiros desafios antes de tomarem posse da terra de Canaã, quiseram voltar ao Egito onde eram maltratados. Lembre-se que eles estavam livres, mas ansiavam serem escravos!

Compreenda, pois, a importância de não se deixar contagiar por influências negativas que te tornem cego para aquilo que Deus já fez, está fazendo e vai realizar na sua vida. Faça uma retrospectiva, olhe para trás e traga à sua memória o que Deus já realizou por você. Incrível, mas muitas pessoas sempre andam em descompasso na relação com Deus, até parece que têm “prazer” em reclamar e demonstrar publicamente sua ingratidão. Mas hoje você pode fazer diferente, portanto, mesmo nas lutas e provações, tenha confiança, olhe para o alto e agradeça, estamos combinados?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 1640 vezes
Mais nesta categoria: « ANSIEDADE GIGANTE »

Comentários   

+3 # Edson Ramos Dias 03-03-2019 19:10
Sim, estamos combinados!

Que o Eterno veja em nós corações gratos!
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE