Segunda, 18 Março 2019 13:57

ALINHAMENTO

Escrito por
Avalie este item
(4 votos)

ALINHAMENTO

“Ora, Deus fez com que Daniel achasse graça e misericórdia diante do chefe dos eunucos.” (Dn 1.9)

 

Daniel foi o escritor do livro que leva o seu próprio nome e faz parte do grupo conhecido por profetas maiores, juntamente com Isaías, Ezequiel e Jeremias. Era jovem e originário da realeza de Judá e juntamente com diversas outras pessoas, foi levado como prisioneiro para a Babilônia por ocasião da deportação do povo judeu, nos idos de 606AC.

Consta que já na Babilônia, Daniel e mais três colegas foram escolhidos para servirem no palácio do rei e aprender sobre os costumes e a cultura do povo babilônico, todavia, ele propôs ao responsável de sua guarda que não se alimentaria da comida oferecida, optando por verduras e legumes (Dn 1.9).

 Saiba que Deus criou o homem e lhe deu a capacidade de realizar seus sonhos, seus projetos e desta maneira, criar suas expectativas com aquilo que foi projetado. Logicamente que a inteligência do homem o leva a criar coisas fantásticas, algumas em prol do seu próprio bem e outras nem tanto, mas Deus o dotou de maneira tal que o homem sempre está projetando. Basta ver que todos os dias surgem novas tecnologias para atender as mais diversas necessidades humanas.

Veja que o profeta Jeremias havia alertado o povo judeu quanto ao seu afastamento de Deus e ainda vaticinou que a nação judaica seria levada como escrava para terras estranhas. Disse também que o tempo de escravidão seria de setenta anos. Muito provavelmente que Daniel foi instruído por seus pais sobre essa profecia e vivenciou in loco as consequências que o afastamento de Deus provocou, portanto, mesmo vivenciando o período da profecia, ele sabia qual que a causa de estarem vivendo como escravos em uma nação estrangeira eram bem conhecidas (Jr 25.1-11).

Sentindo que não deveria cometer o mesmo erro que seus antepassados praticaram contra Deus, Daniel projetou não se contaminar com as comidas oferecidas por uma nação idólatra. A narrativa diz que ele tinha um propósito e o responsável pela vigilância, mesmo correndo o risco de perder a cabeça, concordou com pedido de Daniel (Dn 1.3; 14).

Compreenda bem que as pessoas em todos os momentos pensam e planejam o que realizar, seja nas próximas horas, na próxima semana, no mês que vem ou no ano seguinte. O certo é que, grandes ou pequenos, os projetos ocupam a mente do homem. Uns dão certo, outros nem saem do papel e uma enormidade deles resulta em fracasso e trazem a frustração. Decepcionados com o resultado, muitos ficam a procurar onde erraram, revisam o planejamento tentando achar os motivos do fracasso e sofrem as consequências do resultado insatisfatório. Paulo escreveu uma carta aos integrantes da comunidade cristã em Roma e mostrou àqueles irmãos a importância de seus projetos estarem alinhados com os céus. Ou seja, eles deveriam entender que todas as coisas, todas elas, visíveis e invisíveis, contribuem para o bem daqueles que amam a Deus. Noutras palavras Deus abre portas, dá solução, quebra resistências, tira obstáculos, remove pedras e encaminha resultados (Rm 8.28). Reflita isso!

Foi justamente isso que aconteceu com Daniel. Ele tinha o propósito de não se contaminar com as comidas de um povo idólatra e não transgredir os mandamentos de Deus (Lv 11). Lembre-se que o funcionário do rei de nome Aspenaz poderia muito bem não aceitar o pedido de Daniel, poderia recusar, colocar empecilhos, afinal era o pedido de um escravo e escravos não tinham mordomias (Dn 1.3;14).

Traga isso para os dias atuais e perceba que muitas pessoas planejam suas vidas, mas fora dos propósitos de Deus estes projetos podem até dar um resultado bom pela vontade permissiva de Deus. Todavia, quando os projetos do coração do homem se alinham com os propósitos de Deus, entenda que Deus se movimenta em favor do homem (Rm 8.28). Deus se move, seja quebrando barreiras, seja mudando circunstâncias ou tirando o medo como fez com Aspenaz que venceu o receio de perder a cabeça ao violar uma ordem dada pelo próprio rei e aceitou que Daniel se alimentasse de verduras (Dn 1.10). Reflita aqui como Deus se movimenta com os projetos de quem está alinhado com ELE!

Portanto, é salutar pensar o futuro, é ótimo sonhar e enxergar os bons resultados daquilo que se planejou é sensacional. Mas lembre-se: quando os propósitos do homem são agradáveis ao SENHOR, o Pai movimenta céus e terra para quebrar toda e qualquer resistência que se colocar no caminho. Creia nisso!

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira – Pr

Ler 1423 vezes
Mais nesta categoria: « AUDITORIA POTENCIAL »

Comentários   

+1 # Ana Patricia 26-03-2019 11:15
Lindo o texto.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Edson Ramos Dias 31-03-2019 12:21
Que estejamos sempre muito bem alinhados com a vontade do Eterno Deus!



Ps: Mais um excelente capítulo para o primeiro de muitos livros que virão, nobre Pr. Milton Marques.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Vera Lima 08-04-2019 01:23
Que venhamos a fazer como Daniel não nos contaminarmos com as coisas desse mundo, ficando bem alinhado com as coisas de Deus. Ele em primeiro lugar.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE