Segunda, 15 Abril 2019 13:36

FASHION

Escrito por
Avalie este item
(5 votos)

FASHION

“Então enviou Faraó, e chamou a José, e o fizeram sair logo da cova; e barbeou-se e mudou os seus vestidos, e veio a Faraó” (Gn 41.14)

 

O livro de Gênesis, escrito por Moises, tem a importância de mostrar o começo de todas as coisas. Atente que o primeiro personagem do Gênesis é o próprio Deus (Gn 1.1). Em Gênesis, tem-se a criação do universo, das estrelas, dos mares, dos animais e logicamente a criação do homem, a coroa da criação. Gênesis apresenta Deus como um ser eterno e sábio, que criou tudo com excelência. Um Deus todo-poderoso que mostrou o poder de criar todas as coisas, extremamente organizado e que fez tudo de uma maneira coerente e sequencial, onde as primeiras criaturas preparavam o ambiente adequado para as próximas. No livro tem-se a história de Adão e Eva, a origem do pecado, os registros sobre a fé de Abraão, o nascimento de Isaque como o filho da promessa e também a transformação de Jacó. Resumindo, Gênesis é um livro grandioso que mostra as obras de um Deus grande e poderoso.

O versículo acima está contextualizado na história de José, filho de Jacó. Odiado pelos irmãos, ele acabou sendo vendido a mercadores de escravos e mais tarde, já no Egito e dentro do palácio de Faraó, se viu preso debaixo de uma acusação inverídica (Gn 39.12-13).

Se existe algo que colabora muito na apresentação pessoal é justamente o asseio corporal. Aliás, fashion é o termo moderno para pessoas elegantes, que usa roupas limpas e faz com que outros cuidados tão necessários para uma apresentação impecável estejam presentes. De maneira contrária, uma péssima apresentação deixa transparecer repulsa e pode ser visto como desleixo pessoal.

Lembre-se que José havia sido acusado pela esposa do oficial egípcio de tê-la molestado. Sem defesa e numa nação estranha, foi jogado numa prisão e lá ficou praticamente esquecido por dois anos. Encarcerado e num ambiente onde as condições de higiene eram precárias, certamente que José ficava dias sem banho, sem trocar as roupas e muito provavelmente sua apresentação pessoal era sofrível. A narrativa de Moisés, diz que na mesma cela estava preso o copeiro de Faraó que foi libertado e, por uma daquelas situações que só Deus idealiza, foi este mesmo copeiro que deu a notícia a Faraó que José poderia interpretar o seu sonho (Gn 41.12-13).

Interessante que dentro da cadeia, José profetizou o destino do copeiro e do padeiro, inclusive pediu ao copeiro que quando estivesse livre, intercedesse por ele diante de Faraó, mas o copeiro não se lembrou desse pedido e muito certamente que José tenha imaginado que seria definitivamente esquecido na prisão (Gn 40.14). 

Atente nos dias atuais que as pessoas levam com muita seriedade a sua apresentação pessoal, usando e abusando dos procedimentos estéticos, de forma que o seu exterior seja elegante e apresentável. Mas nem sempre o belo exterior é sinal de pureza interior, que o digam as pessoas que já se sentiram atraídas pela exuberante aparência externa de alguém e depois perceberam que o interior era extremamente sujo.  Típicos sepulcros caiados, numa visão de Jesus sobre os fariseus (Mt 23.27).

Entenda bem que os planos de Deus acontecem no tempo certo e José foi chamado a se apresentar ao Faraó, após menção de seu nome pelo copeiro (Gn 41.14). Lembre-se que na prisão ele estava sujo, imundo pelas condições do cárcere e sem condições de se apresentar a Faraó, ou seja, estava nada fashion, mas ele tomou banho, fez a barba e lhe deram roupas novas para somente depois disso, limpo e asseado ele foi apresentado a Faraó. Transporte essa história de José, para o encarceramento do homem que hoje vive como escravo de Satanás e preso no pecado. Pode-se conjeturar que José enquanto preso, tinha uma péssima apresentação pessoal e é fácil imaginar que também o homem conquanto servo de Satanás e vivendo em meio às práticas mundanas, tem uma péssima apresentação espiritual e assim, se mantém longe de Deus. Reflita sobre isso!

O Apóstolo Paulo destaca que o homem, outrora afastado de Deus, levava uma vida marcada pela sujeira do pecado, vivia em estreita obediência ao espírito da maldade, era governado pelo diabo e andava debaixo dos seus desejos carnais (Ef 2.1-4). Mas convém lembrar o que Cristo fez por cada pessoa que estava em situações idênticas, por cada um que estava encarcerado no sistema mundano de iniquidades e que pelo sacrifício de Jesus, se tornou limpo, fashion e apresentável a Deus. Pense!

Compreenda que da mesma maneira que José se apresentou limpo a Faraó, somente Jesus tem poder para limpar o coração do homem, dar roupas limpas e fazê-lo elegante espiritualmente para apresentar-se a Deus, amém?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira – Pr

Ler 1978 vezes Última modificação em Terça, 16 Abril 2019 23:57
Mais nesta categoria: « ESPERANÇA ESCOLHAS »

PUBLICIDADE