Segunda, 12 Agosto 2019 19:32

FIDELIDADE

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

FIDELIDADE

“Quando Deus arrasou as cidades da planície, lembrou-se o SENHOR de Abraão e tirou Ló do meio da desgraça, destruindo as cidades onde Ló habitava”. (Gn 19.29)

 

O livro de Gênesis traz o começo da criação de todas as coisas. Escrito por Moisés, o livro apresenta diversos personagens que por meio de suas posturas e comportamentos deixaram um legado de fé, obediência e compromisso a Deus, seja na palavra, seja nas ações ou mesmo quando cumpriram fielmente tudo aquilo que Deus manifestara a eles. Ou seja, foram pessoas usadas pelo Criador para fazer valer os propósitos divinos aqui na Terra.

As cidades de Sodoma e Gomorra são conhecidas pelos leitores da bíblia e tanto no antigo como no novo testamento elas são citadas em quase 50 versículos bíblicos, quase sempre com destaque na imoralidade sexual e nas práticas do pecado. Pense!

Não é nenhuma novidade para ninguém que a sociedade atual caminha a passos largos para o caos. Pode-se apontar com muita certeza inúmeros eventos onde se observa claramente a depravação social, a corrupção estatal e a imoralidade das pessoas como eixos da decadência em muitos setores. Sem forçar a memória, é fácil lembrar de amigos, colegas e conhecidos que estão afundados nos vícios, nas drogas e nas práticas do pecado. Uma triste realidade!

Perceba que as práticas pecaminosas das duas cidades haviam chegado a um limite e Deus resolveu agir. Há um equivoco de muita gente sobre o conceito da justa retribuição divina, mas compreenda que Deus é extremamente justo, sua essência moral é perfeita e por ser um Deus zeloso e imparcial, ELE evidencia toda perfeição no seu agir (Mt 5.48). E Deus agiu contra as duas cidades, destruindo-as.

“..lembrou-se o SENHOR de Abraão e tirou Ló do meio da desgraça, destruindo as cidades onde Ló habitava” (Gn 19.29). Por meio desta narrativa, veja que Deus resgatou da destruição, o sobrinho de Abraão, a mulher dele e suas duas filhas, apenas por ter se lembrado de Abraão. Não se vê nenhuma oração de Ló, de sua mulher ou das filhas pedindo salvação de suas almas, mas apenas que a lembrança de Deus pela pessoa de Abraão foi o bastante para livrá-los.

Pode-se aqui fazer uma pergunta a todos os crentes de hoje. Será  que podemos hoje salvar alguém do mundo simplesmente porque Deus se lembrou de nós? Será que o nível de relacionamento com Deus permite ELE  lembrar de cada crente  a ponto de salvar outra pessoa? Ou se lembrando Deus de determinada pessoa, ELE não salvaria alguém? Reflita isso!

Transporte essa situação para os dias atuais e veja o comportamento e posturas de tantas pessoas que se dizem cristãs. Atente que muitos querem ser lembrados por Deus quando oram, quando clamam por milagres ou por bênçãos, mas mesmo clamando e orando, não assumem um compromisso e, nesta vertente, elas vão batendo de porta em porta nas igrejas como se essa via sacra fosse o indicativo para Deus se lembrar delas.

Entenda que a certeza de que o crente está caminhando no propósito de Deus, está justamente quando suas ações demandam uma interferência de Deus, tanto na sua vida como na vida de outras pessoas, como foi o caso de Abraão e o resgate de Ló. Lembre-se que distante e fora do propósito o homem caminha errante, sem rumo e sem direção. Reflita!

Não se esqueça de que a narrativa de Moisés sobre a vida de Abraão é digna de ser imitada por todos. Saiba que Deus o honrou em diversas ocasiões. Foi obediente quando entendeu pela fé que não deveria permanecer na sua terra e demonstrou fidelidade noutros momentos, ouvindo a voz de Deus e a cumprindo sem hesitar. Noutras palavras, Abraão foi o que Deus esperava e por isso Deus o honrou se lembrando dele e abençoando seu sobrinho.

Veja por meio deste episódio que Abraão foi benção para Ló e o crente de hoje também pode ser benção para muita gente, aliás, o livramento de quem você ama pode estar ligado a sua intimidade com Deus. ELE se lembrará de você e agirá favoravelmente na vida de outras pessoas. Compreenda, portanto, a importância de sua fidelidade a Deus, amém?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 252 vezes Última modificação em Quinta, 15 Agosto 2019 22:52
Mais nesta categoria: « NÃO VOLTES OBEDIÊNCIA »

PUBLICIDADE