Quarta, 20 Dezembro 2017 09:36

EXALTADO

Escrito por
Avalie este item
(3 votos)

EXALTADO

“Ao perceber isso, Pedro exclamou ao povo: “Varões de Israel, por que vos admirais a respeito disso”? Por que estais olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar por nosso próprio poder ou santidade?” (At 3.12)

 

O livro de Atos dos Apóstolos, escrito por Lucas traz os registros do começo da igreja, menciona as primeiras comunidades cristãs, seus primeiros dirigentes e logicamente toda a dificuldade que proporcionou o seu crescimento. O livro traz também a conversão de Paulo, suas viagens missionárias e episódios que envolveram diversos personagens, dentre eles, o martírio de Estevão e o preconceito do discípulo Pedro (At 7.58; At 10.13-14).

O versículo acima está contextualizado dentro do milagre da cura de um homem aleijado que viveu mais quarenta anos na dependência de seus amigos e familiares que o carregavam e o deixavam à porta do templo para pedir esmolas (At 4.22). Este homem, cujo nome não é mencionado foi milagrosamente curado e Lucas registra que o povo ficou assombrado com a cura que aos olhos humanos, era simplesmente impossível (At 3.9).

Saiba que diariamente Deus se manifesta na vida de muitos. Em todas as cidades, há alguém que recebeu uma bênção de Deus. Atente que por meios de testemunhos, por meio de laudos médicos ou por meios de outras provas, é possível constatar que Deus realizou algo sobrenatural na vida de alguém. Para aquelas pessoas que viram o aleijado ser curado, a grande prova foi ele ter saltado e pulado, mas para outros que não estavam no templo, a comprovação foi conviver com o então aleijado, que passou a levar uma vida normal naquela sociedade.

Na carta aos Hebreus, tem-se que Cristo é o mesmo ontem, hoje e será eternamente, isto é, sua essência divina em termos de bondade e misericórdia é infinita (Hb 13.8). Perceba que é justamente por essa certeza de quem Cristo é e por meio de seu poder, que muitas pessoas são curadas de suas enfermidades, muitas pessoas têm seus casamentos restaurados, outros são libertos dos vícios das drogas, do cigarro, do álcool e de possessões demoníacas. Veja que muitas são as ocorrências e milagres que a ciência não consegue explicar, que muitos exames médicos dão positivos para determinadas doenças e depois, nada é confirmado. Noutras palavras, Deus continua derramando sua misericórdia. Reflita!

Perceba que após o aleijado ser curado, todas as pessoas que presenciaram aquele milagre, correram para perto de Pedro, se aproximaram dele com a nítida intenção de exaltarem o discípulo como o autor daquele ato sobrenatural (At 3.12). Saiba que desde os tempos antigos, há um forte desejo das pessoas em idolatrar o próprio homem, quando a bem da verdade, é somente Deus quem opera o sobrenatural. Aquelas pessoas sentiram o firme desejo de exaltar o discípulo, como se fosse ele o autor da cura, como se dele tivesse saído alguma virtude que curou o aleijado. Mas, Pedro foi simplesmente uma ferramenta nas mãos de Deus (At 3.6: 4.10).

Observe que Pedro de imediato rechaçou aquela ideia absurda de ser colocado como o centro das atenções e não perdeu a oportunidade para falar de Cristo, para falar daquele que operou o milagre, daquele que é o autor da vida. Hoje tem sido diferente, as pessoas estão idolatrando homens, estão exaltando a criatura e esquecendo que a glória é de Deus e pior que isso, é a existência de muitas pessoas que recebem tranquilamente esta honraria. Muitos homens e muitas mulheres não possuem a humildade em reconhecer que toda honra e toda glória é de Deus. Reflita isso!

“Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei...” (Is 42.8). Perceba que séculos antes deste milagre ocorrer em Jerusalém, Deus já havia se manifestado por meio do profeta Isaías quanto a esta perversa exaltação do homem para o homem. Creia que Pedro não só sabia disso como rapidamente cortou qualquer tentativa daquelas pessoas em dar a ele, os louros pela cura daquele aleijado.

Veja um paralelo interessante para os dias atuais. Há muitos que se fazem autores daquilo que só Deus pode fazer. É comum o marketing de homens que afirmam taxativamente fazer revelações do passado e predizer o futuro, realizar curas, operar milagres e tantas coisas usando o nome de Deus. Exaltam tanto a si mesmo e esquecem que somente Cristo é quem faz. Enganosamente chamam a atenção das pessoas com inúmeros adjetivos para si próprios (Mt 7.22-23). Lembre-se que o homem por si mesmo é incapaz de realizar milagres em favor de seu próximo. Não esqueça que todas as boas dádivas vêm de Deus e é dele a glória (Tg 1.17). Atente nisso!

Pedro reconheceu seu lugar e fez questão de tirar o foco de si mesmo e trazer aquele povo à Cristo (At 4.10). Entenda hoje e sempre que a glória é de Deus, ELE não dá sua honra a ninguém.  O homem é simplesmente uma ferramenta, um instrumento e nada mais que isso, e mesmo assim, Deus realiza o sobrenatural quando lhe aprouver. Lembre-se disso!

 Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 271 vezes
Mais nesta categoria: « RECADO LOUCURA »

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE