Segunda, 12 Novembro 2018 13:04

PADRÃO

Escrito por
Avalie este item
(6 votos)

PADRÃO

“E Natanael disse-lhe: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré”? Filipe respondeu-lhe: Vem e vê”.  (Jo 1.46)

 

João, discípulo de Jesus, autor deste evangelho, de três cartas e do livro de Apocalipse esteve com Jesus praticamente em todos os momentos de seu ministério. Era conhecido por ser aquele que Jesus amava e na crucificação de Cristo, recebeu a incumbência de cuidar de Maria, como se filho dela fosse (Jo 19.25-27).

Estudos das ciências sociais mostram que nos últimos anos tem surgido um grupo de pessoas que vivem insatisfeitas com tudo. Nada agrada, nada está dentro dos seus padrões de conformidade e assim essas pessoas vão levando a vida aos trancos e barrancos. São pessoas azedas,  ácidas e vivem brigando consigo mesma e com todos, sempre na busca por algo que se mostra cada vez mais distante de seus padrões de vida.

Veja que Filipe encontrou Jesus e numa demonstração de amizade e amor para com Natanael, trouxe ao mesmo Natanael excelente notícia de seu achado (Jo 1.45). Natanael respondeu de maneira brusca que da cidade de Nazaré não poderia vir nada que fosse bom. De imediato Natanael deu uma forte demonstração de ser um autêntico judeu, aliás, como disse Jesus, um autêntico israelita, um religioso na sua mais exata definição, ou seja, um homem que enxergava somente aquilo que as tradições e suas crenças pessoais podiam declarar (Jo 1.47).

Os estudiosos afirmam que a cidade de Nazaré era um lugar pequeno e sem expressão. Nada tinha a oferecer que pudesse ser destacado. Para Natanael, o salvador falado por Moisés, só poderia vir da capital Jerusalém, pois o Messias que Moisés havia falado não poderia vir de um povoado pequeno e sem tradição dentro da religiosidade judaica. Dentro da cabeça de Natanael, o Messias viria sim, ele acreditava nisso, mas viria da capital Jerusalém, viria com status e não daquela humilde cidadezinha.

Entenda que Natanael representa bem o comportamento de muitas pessoas nos dias de hoje, justamente aquelas que escolheram viver mal humoradas e críticas em tudo. Escolheram assim por terem uma visão padronizada que os impede de ver a plenitude do amor de Deus na perfeita comunhão com outras pessoas. É gente que vive enxergando a sua visão de mundo e não creem que possa haver visões diferentes, pensamentos diferentes mesmo que essas diferenças sejam a expressão da verdade. Reflita isso!

Para o preconceituoso Natanael, o Messias nunca viria da acanhada cidadezinha de Nazaré, mas foi somente Cristo lhe revelar onde ele estava momentos antes (debaixo da figueira), que ele mudou rapidamente de pensamento e reconheceu Jesus como filho de Deus, como rei de Israel e a partir daquele momento, tornou-se discípulo do Mestre (Jo 1.49). Foi transformado pelo poder e amor do Pai, que mesmo vendo nele a imperfeição e o preconceito, o amou. Reflita isso!  

Perceba que muitas pessoas limitam a ação de Deus por causa de seus pensamentos, de suas tradições e crenças pessoais ou por influências de outras pessoas. Atente que Natanael, antes de conhecer Jesus alimentava sua crença contra os moradores da cidade de Nazaré, mas bastou viver ao lado de Cristo para quebrar seus paradigmas e entender que o Mestre amou a todos, indistintamente. O próprio Natanael presenciou Jesus conversando com a mulher samaritana, num claro exemplo de amor e compaixão, livre de quaisquer formas preconceituosas (Jo 4.27).

“Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.” Foram essas as palavras de Paulo aos cristãos moradores da cidade de Roma, mostrando aos romanos que Deus ama incondicionalmente (Rm 2.11). Saiba que Cristo chamou para seus discípulos pessoas comum do povo, uns eram pescadores, outro era cobrador de imposto e até um fervoroso patriota como Simão, o Zelote (Mt 5.8-9). Compreenda que Deus enxerga o coração das pessoas e não olha pelo status ou nível intelectual, se fosse assim, Cristo teria chamado os mestres, doutores e rabinos judaicos para seus discípulos. Reflita isso no propósito de Deus!

Entenda que pensamentos e formas pré-concebidas sempre existirão na mente humana, mas quebrar as barreiras do coração, se livrar das amarras e ver o mundo sob a ótica de Deus é enxergar a humanidade pelo padrão do Pai (Ef 5.1). Pratique isso!

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre.

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 1002 vezes Última modificação em Quarta, 14 Novembro 2018 13:41
Mais nesta categoria: « DIVISOR DE ÁGUAS EXPECTATIVAS »

Comentários   

+2 # Alex 16-11-2018 09:07
Excelente texto!! Deus continue te Abençoe meu Pastor!! Nos leva a enxergar em uma ótica.
Responder | Responder com citação | Citar
+2 # Heber de souza 16-11-2018 09:10
Mensagem linda muito edificante " Deus enxerga o caração das pessoas e não olha pelo status ou nível intelectual " eita !!!
Responder | Responder com citação | Citar
+2 # Edson 16-11-2018 11:44
Texto irretocável! Prometo pô-lo em prática.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE