Segunda, 23 Setembro 2019 18:52

COMPORTAMENTO

Escrito por
Avalie este item
(5 votos)

COMPORTAMENTO

 

“Portanto, eu, prisioneiro no Senhor, suplico-vos que andeis de modo digno para com o chamado que recebestes’ (Ef 4.1)

 

A carta á comunidade cristã que estava na cidade de Éfeso foi escrita pelo apóstolo Paulo provavelmente nos anos 60DC. Conforme os historiadores, essa carta foi escrita quando ele estava na prisão em Roma. Nessa epístola, Paulo aborda a igreja como o corpo de Cristo, mencionando não só a posição elevada do cristão mediante a graça como traça diretrizes para mesmo cristão conduzir sua vida conforme sua posição em Cristo.

Não é nenhum segredo que mesmo com inúmeras leis e normas, as pessoas vivem violando as regras. Desde as de menor potencial como aquelas outras que trazem grandes impactos. As causas dessas transgressões são muitas, todavia, de pronto percebe-se a inutilidade das normas tal o índice de infrações que são informadas diariamente nos noticiários.

Tem-se que a cidade de Éfeso era localizada a beira mar, tinha um porto movimentado com registros de muitas entradas e saídas de pessoas. Sabe-se que seus moradores professavam diversas religiões fundamentadas na mitologia grega e romana, mas com as pregações de Paulo a cidade se tornou uma das localidades do império romano onde o cristianismo mais se desenvolveu. E era naquela ambiente caótico que os novos convertidos ao cristianismo se encontravam.

“Que andeis de modo digno para com o chamado que recebestes” (Ef 4.1). Perceba que o verbo andar mencionado pelo apóstolo Paulo não se trata do movimento mecânico de caminhar, mas do comportamento pessoal, no sentido de se posicionar diante de outras pessoas. Compreenda bem que uma das grandes dificuldades de muita gente é justamente aliar a teoria com a vida prática e era isso que aqueles integrantes da comunidade de Éfeso precisavam entender. Na visão de Paulo, era urgente unir a teoria dos ensinamentos com a vida do dia a dia.

Transporte essa orientação que aquela comunidade recebeu para os dias atuais e atente sobre a necessidade de todos os cristãos serem referência para outras pessoas, desde os familiares, os amigos e colegas de trabalho ou da faculdade ou mesmo os vizinhos de bairro. Considere que poucos se enxergam como modelos a serem copiados, alegando não possuírem as qualidades de um bom cristão, todavia, é importante saber que todo crente em Jesus carrega a mensagem de Cristo por onde passar. Reflita!

Vós sois a luz do mundo...” (Mt 5.14). Essa frase está no contexto do Sermão do Monte e foram faladas pelo próprio Jesus quando ensinava seus discípulos e retrata perfeitamente a doutrina do reino de Deus, principalmente quando objetiva fazer com que o cristão reconheça que ele tem a capacidade de influenciar positivamente o mundo por meio de sua postura. Considere que as ações, as atitudes e as reações contra diversas situações tanto causam malefícios como benefícios. Saiba que ser luz num mundo que caminha a passos largos para sua própria destruição é fator de grande responsabilidade. De forma resumida, guarde no seu coração: só tem uma maneira de o mundo conhecer Jesus, e essa maneira passa necessariamente pelo comportamento do crente. Olha a responsabilidade!

Atente que as reações pessoais tanto nas privações como na fartura são por si só capazes de revelar quem é o homem em Cristo e disso resulta a necessidade de se investir no reforço dos pilares e estruturas espirituais como forma de se fazer propaganda do reino de Deus e não estragá-lo por meio de comportamentos nada cristãos. Afinal de contas, uma frase por demais citada diz que aquele que anda dignamente nos caminhos de Deus, é ferramenta útil para transformar  vidas. Noutras palavras: as regras da caminhada cristã são estabelecidas por quem nos apresenta o caminho que decidimos seguir: Jesus. Amém?

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre.

 

Milton Marques Oliveira – Pr

Ler 415 vezes Última modificação em Domingo, 29 Setembro 2019 16:47
Mais nesta categoria: « AMIGOS SUBMISSÃO »

PUBLICIDADE