Terça, 03 Julho 2018 10:18

PERSEVERANÇA

Escrito por
Avalie este item
(7 votos)

PERSEVERANÇA

“E apareceu-lhe o Senhor e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser;    3; peregrina nesta terra, e serei contigo e te abençoarei..;” (Gn 26.2-3)

 

Gênesis é o primeiro livro do AT e também conhecido o livro dos começos e foi escrito por Moisés. O livro traz o começo de todas as coisas, desde a criação da Terra, das águas, das estrelas, dos animais, do firmamento e logicamente da vida humana. O livro narra a história dos patriarcas Moisés, Abraão Isaque e Jacó e tem com riqueza de detalhes a história de José. Gênesis apresenta de maneira progressiva a auto revelação de Deus, culminando com Cristo já no Novo Testamento.

O versículo acima está contextualizado na pessoa de Isaque, que acatando orientação de Deus foi morar em terras distantes, e precisando de água para si e seus animais, determinou a seus servos que cavassem poços, mas se viram envolvidos em desavenças com os pastores filisteus. Essa situação perdurou por duas oportunidades distintas, até que na terceira vez, cavaram um poço de água e não houve mais confrontos (Gn 26.17-25).

Uma prática comum na gestão do governo é o controle de empresas que abrem e encerram suas atividades. Essas informações são importantes para o próprio governo criar suas políticas públicas na gestão da indústria, do comércio e da economia. Ao final de certo período, são verificadas quantas iniciaram e quantas não se estabeleceram e fecharam suas portas.

Veja que Isaque estava no território dos filisteus e seus servos cavaram cisternas. A água sempre foi um bem muito precioso para a humanidade e naquela época não era diferente, todavia, se percebe que Isaque mandou que fossem perfuradas duas cisternas e em ambas os filisteus entraram em confronto por causa da água. Nas duas situações Isaque abandonou as cisternas entulhadas e prosseguiu em frente (Gn 26.18-22).

Saiba que alguns empresários são ótimos para inaugurar. Conseguem vislumbrar excelentes oportunidades para empreender algum negócio, conseguem enxergar boas oportunidades para instalar uma indústria ou um comércio, mas assim que aparecem as primeiras dificuldades, desistem do empreendimento, abandonam aquilo que foi projetado, deixam para trás todo esforço de planejamento e se derramam em reclamações contra tudo. Alegam que não deu certo por causa do governo, por causa do ponto comercial ou mesmo por não ter pessoas qualificadas para trabalhar no negócio. Motivos é que não faltam. Resumindo, eles não conseguem estabelecer.

Pense que Isaque poderia desistir também. No primeiro confronto com os pastores nativos, ele poderia reunir as pessoas que com ele estava e abandonar tudo. Mas ele seguiu para a segunda escavação. E novamente houve conflito e mais uma vez Isaque foi impedido de usufruir daquilo que ele e seus servos construíram. Veja que foram duas oportunidades diferentes e em ambas ele não usufruiu da água.

Perseverante, Isaque partiu para a terceira perfuração (Gn 26.22). Incrível, ele não ficou olhando para trás, para as duas experiências anteriores que não foram boas. Não ficou triste e abatido pelos conflitos do passado onde os seus inimigos lhe empurraram para fora. Não murmurou e nem se chateou. Ele não se deixou levar pelas circunstâncias e nem ficou parado olhando para as nuvens. Prosseguiu, avançou e buscou na sua memória que fora Deus quem tinha lhe mandado para aquelas terras, portanto, nada tinha a temer (Gn 26.2).  Isso é confiança em Deus!

Muitos abrem seus empreendimentos debaixo de oração e de uma palavra e desistem facilmente de seus negócios nos primeiros empecilhos. A menor das turbulências é suficiente para criar o abandono. Deixa evidente que possuem memória curta e esquecem o que Deus falou no começo de sua trajetória. Reflita isso na sua caminhada!

Entenda que Isaque persistiu e fica implícito que ele não apagou de sua memória as palavras de Deus (Gn 26.2). Deus provou Isaque em duas oportunidades e nelas viu Deus que ele obedecia. Obedeceu quando não foi para o Egito e obedeceu quando não desistiu de permanecer naquelas terras, mesmo com as dificuldades iniciais.  

Compreenda por meio deste episódio que adversidades, tribulações e eventuais embaraços sempre existirão, mas não permita que experiências negativas do passado o impeça de prosseguir! Tenha isso no seu coração. É para frente que se caminha!

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

 

Milton Marques de Oliveira - Pr

Ler 622 vezes Última modificação em Sexta, 06 Julho 2018 23:20
Mais nesta categoria: « AÇÃO E REAÇÃO INTIMIDADE »

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE